Nunca pensei que pudesse ser tão difícil parar de usar as sacolinhas plásticas dos supermercados, das padarias, das livrarias…

Comprei sacolas retornáveis lindas e fofas – as famosas ecobags, li sobre o assunto, sobre o mal que as sacolas de plástico fazem ao planeta,  entendi a importância de não usá-las e tentei. Levei uma vez ao mercado, duas e então esqueci na terceira vez e na quarta. Voltei com elas na quinta vez, e assim fui, esquecendo algumas vezes e me consolando: “calma, também não é o fim do mundo… elas vão servir para jogar o lixo fora.” E depois demoram no mínimo 100 anos para se decompor, fazendo aquela montoeira nos lixos sanitários, ou boiando no mar, sufocandoos animais…

E dando desculpas continuei usando as malditas sacolas de plástico: elas podem ter outras utilidades, o mundo inteiro usa, tem outras atitudes ecológicas que eu faço (mas outras tantas que não faço…). Credo!!!! Parecia um vício!! “Só mais uma vez”!!!

Será que se as sacolas fossem cobradas a gente continuaria usando indiscriminadamente?

Mas o que importa é que finalmente consegui me adaptar. Incrível! Era apenas uma questão de hábito e atitude. O lixo de casa? Saco de lixo reciclado, comprado, sim. Fazer o quê?

Olha a Carol no apoio!!

Anúncios